naoquerofalardesexo
Maria Nicanor

misfit toy

01.11 02.11 03.11 04.11 05.11 06.11 10.11 11.11 12.11 01.12 02.12 03.12 04.12 05.12 06.12 07.12 10.12 11.12 12.12 01.13 02.13 03.13 04.13 05.13 06.13 07.13 08.13 09.13 10.13 11.13 12.13 01.14 02.14 03.14 05.14 03.17

Follow Me
Facebook
Twitter

14 junho 2011


365

Os dias custaram a passar para mim, e quando penso no número de dias que passei sem ti, desespero. Há quanto tempo não vejo tuas feições belas e teu cabelo cor de cal. Há quanto tempo não vejo teus olhos de azul mar quando a maré está brava. E teu sorriso.. Ah, teu sorriso!, com aquela pequena falha onde cabia tanto génio de bondade como de maldade.
Lágrimas escorrem-me pela cara e ajoelho-me no chão, estou cansada.
Que é de ti? Decerto que a terra e seus filhos já trataram de provar o teu corpo enterrado pela morte. Tu já não és tu, só ossos restam. Secalhar nem isso.
Tu já não existes. E eu morro por dentro mais um bocadinho sempre que o digo.
Não gosto de cemitérios, e fico sentada no meio dos carros no estacionamento. E quando ele me vê, sem medo de rejeição, levanta-me e sustenta o meu peso chorando comigo.
Hoje não consigo obrigar-me a odia-lo. Hoje não tenho forças.
Não. Hoje não.
4 ♣


/